ELE em nós, Seu maior MILAGRE!

E, vendo ele a fé deles, disse-lhe: Homem, os teus pecados te são perdoados.

E os escribas e os fariseus começaram a arrazoar, dizendo: Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão só Deus?
Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, respondeu, e disse-lhes: Que arrazoais em vossos corações?
Qual é mais fácil? dizer: Os teus pecados te são perdoados; ou dizer: Levanta-te, e anda?
Ora, para que saibais que o Filho do homem tem sobre a terra poder de perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo: Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa.
E, levantando-se logo diante deles, e tomando a cama em que estava deitado, foi para sua casa, glorificando a Deus.


Sabe aqueles dias que você acorda meio pensativo, perguntando pra Deus alguns “porquês”? Pois é, um dia desses amanheci assim. Pedindo a Deus que me desse um cantinho onde eu pudesse dar um conforto melhor a minha família. Onde meus filhos pudessem correr no quintal sem nos preocuparmos com os carros que passam. Um lugar onde minha esposa pudesse estender os tapetes que ela tanto gosta. Amanheci assim, fui me vestir para ir trabalhar e quando eu já estava vestido e agachado para calçar meu tênis, de repente, meu filho sai de seu berço vem até o quarto e põe suas duas mãozinhas em meu pescoço e, abraçando-me, diz, do nada: PAPAI, SABIA QUE EU TE AMO? Fui trabalhar feliz com aquelas palavras na minha mente e no meu coração. Mas só fui, de fato, perceber o valor daquelas palavras 4 dias depois, num desses bicos que faço nos fins de semana.

Eu estava pintando umas portas para uma Senhora lá no Guará II. Na hora do almoço peguei meu prato e sentei lá no chão do quintal, com as costas apoiadas numa parede que eu havia pintado. De repente, veio-me à mente as palavras do meu filho outra vez. Só ai pude perceber que Deus usara a boca daquela criança de 2 anos e 7 meses para dizer o quanto Ele me ama e cuida de mim. Ele estava querendo-me dizer coisas do tipo: a minha graça te basta. Eis que tenho coisas grandes e ocultas reservadas para ti. Se eu visto os lírios dos campos, o que mais não farei por você. Espere em mim, confie em mim, e verás a minha glória. Só me restou chorar calado e fazer de tudo para que aquela Senhora não percebesse que eu estava chorando em serviços (rs).
Às vezes queremos ver milagres de Deus que tremam as paredes ou o ambiente que estamos, que os lustres balancem, que os cegos entrem nas igrejas e saiam vendo, os paralíticos deixem suas cadeiras e andem. E nos esquecemos que o maior milagre que um homem possa experimentar é ter os seus pecados perdoados por Deus. Deus se fazendo justiça por nós, através de Jesus. Tornando-nos inculpáveis diante Dele, por meio da fé em Jesus Cristo e seu sacrifício. Este é nosso maior milagre. Através deste, os outros virão abundantemente em nossas vidas. Ele multiplicará sua saúde, te acrescentarás anos de vida e paz. Receber a cura de uma enfermidade incurável não é o maior milagre. Receber um bem que veio sem você ter condições e meios de adquiri-lo, ainda não é seu maior milagre.
Agora, ter a certeza que, através da confissão e do arrependimento, seus pecados, independentes de como o foram, sejam perdoados por Deus e jogados num mar de esquecimento, fazendo você ter nova oportunidade de vida, quando tudo se havia perdido. Todas as esperanças acabadas, Deus se fazendo presente e te dando uma nova chance de participar de Seu reino, selando-o com o selo da promessa e escrevendo seu nome no livro da vida. Isso sim, é nosso maior milagre! Quer ver um milagre de Deus? Se estiver em casa, corra e vá até o banheiro e olhe no espelho. Se no trabalho, olhe para a primeira vidraça espelhada que tiver ao lado. Se estiver no trânsito, vire, rapidamente, o espelho retrovisor e verás o maior milagre de Deus em sua vida: VOCÊ MESMO! E, com Ele dentro de você, fazendo morada em seu coração, presente em sua vida em todos seus momentos, o milagre se torna completo. Honras e glórias sejam dadas ao Deus de milagres, ao Deus da vida, hoje e para todo o sempre!

Share:

0 comentários