Viver sem Ilusões

justiça do Reino de Deus é Cristo e este crucificado para a justificação de todo aquele que crê. O único meio de se promover esta justiça é a verdade do evangelho de Jesus. Política, justiça social, religião, ou qualquer outro meio deste mundo, jamais poderão nos trazer a justiça do Reino de Deus. Esta justiça nos veio e continua nos vindo sempre dos altos céus. Ela procede do trono de Deus, e é operada exclusivamente pela Sua graça e poder.

Nos assuntos relativos a Cristo, os cristãos são chamados a proclamarem esta justiça, quando falam em nome de Deus e do Seu propósito eterno de fazer convergir todas as coisas em Seu Filho Amado, nosso Senhor Jesus Cristo. Os apóstolos não tentaram reformar o modo de governo das nações. Não criticaram os meios e os processos do Império Romano, que era o poder dominante de então.
Não se desviaram do alvo da sua missão, que continua sendo a mesma de todos os cristãos, em todas as épocas da história do mundo.
Eles se dedicaram a pregar a justiça de Cristo para nos libertar da escravidão ao pecado. Trabalharam visando à conversão dos corações.

Sabiam que isto agiria como fermento melhorando em muito o padrão de comportamento das pessoas em todo o mundo, mas sabiam também que muitos permaneceriam apegados ao pecado e voluntariamente a ele escravizados, ainda que sustentassem hipocritamente argumentos em prol de um mundo melhor e de uma sociedade mais justa.
Sejamos bons cidadãos, honremos a todos os que se encontram em posição de autoridade, mas não nos iludamos pensando que poderemos um dia transformar o mundo inteiro em um lugar de paz e justiça perfeitas. Isto ocorrerá somente quando o próprio Jesus para aqui retornar em Sua segunda vinda, e quando estabelecer pelo Seu exclusivo poder novos céus e nova terra nos quais a justiça e a paz habitem para sempre.

Share:

0 comentários