Morte na igreja

Todos nós precisamos ser reavivados para que a igreja tenha vida!


Havia, numa pequena cidade do interior do Piauí, uma igrejinha evangélica muito famosa na região por sua história. 

Aquela igrejinha ficou dez anos fechada, estava caindo aos pedaços, quando um mendigo começou a dormir dentro dela. E a partir de então a sua história mudou.

Um mendigo novo na cidade, perambulando por ela e pedindo esmolas deparou-se com a velha igrejinha e disse para si mesmo:
– Que legal, já sei aonde vou dormir: na Casa do Senhor!

Ninguém se incomodou com o mendigo na igrejinha, ela estava abandonada e ninguém queria se quer olhar para ela.

O que o mendigo não sabia é que há dez anos ouve uma briga feia entre duas famílias que queriam dominar aquela comunidade de crentes. O pau quebrou, o ódio tomou conta, o pastor tentou resolver a situação, mas acabou sendo morto dentro da igreja. As famílias envolvidas ficaram com remorso e cada uma foi para um canto. Com tudo isso, a igreja sem pastor e com o impacto de sua morte dentro da igreja fez com que os seus membros a abandonassem.

O mendigo estava feliz, achava que a igreja era só dele. Afinal, não aparecia ninguém para impedi-lo. Um dia ele fuçando nas coisas achou uma Bíblia velha e começou a ler. O tempo foi passando e o mendigo começou a brincar de ser o pastor da igreja. Ele subia no púlpito e pregava bem alto dia após dia.

Num belo dia, um morador passando em frente ouviu a voz do mendigo e parou para escutar o que ele estava falando. Era uma mensagem tão bonita que mal podia acreditar, então resolver entrar para ouvir melhor. No outro dia, no mesmo horário ele voltou e ouviu novamente. O mendigo estava feliz porque havia alguém recebendo sua pregação. A brincadeira começou a ficar séria porque após uma semana havia 15 pessoas assistindo.

Dois mês depois, o que estava acontecendo era inacreditável. O mendigo estava com roupas limpas, barba feita e sendo chamado de pastor. A igreja limpa e com pintura nova. O povo não perdia nenhuma pregação e cantava com fervor.

Uma senhora perguntou ao pastor qual havia sido o segredo daquele reavivamento e ele respondeu:
– Primeiro encontrei Jesus em Sua Palavra e depois essa Palavra encontrou aos coração necessitados de Seus socorro. As pessoas perceberam que o único na cidade que não era mendigo, era eu mesmo. 

Então, elas resolveram abandonar a vida de mendigos espirituais para, assim como eu, viver uma vida rica em Cristo Jesus.

A Igreja é a comunidade de crentes que confessam a Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Unimo-nos para prestar culto, para juntos nos instruirmos na Palavra, para celebrarmos a Ceia do Senhor, para realizarmos a proclamação mundial do Evangelho. A Igreja é a Família de Deus. A Igreja é o corpo de Cristo. 

(Leia mais sobre o tema: Gênesis 12:3; Atos 7:38; Mateus 21:43; 16:13-20; João 20:21 e 22; Atos 1:8; Romanos 8:15-17; I Coríntios 12:13-27; Efésios 1:15 e 23; 2:12; 3:8-11 e 15; 4:11-15).

Share:

0 comentários