Tendo Bom Ânimo num Mundo de Aflições

Vida sem sofrimento, de perfeita e plena saúde, felicidade, alegria, paz, pureza, amor, harmonia, há somente no céu.
A falta desta perfeição aqui na Terra é devida às consequências do pecado que há em toda a humanidade.
É de tal ordem e tão extensa a tragédia desta condição que até mesmo os demais seres vivos (vegetais e animais) dela compartilham pelas coisas que sofrem juntamente com a humanidade, e que fazem com que toda a criação esteja gemendo até agora, aguardando por aquele dia venturoso no qual será libertada desta condição de miséria latente.

Estas palavras não são de pessimismo, mas da mais pura expressão da verdade e realidade quanto ao nosso estado presente, e trazem também a esperança otimista da única forma de se libertar deste quadro terrível, que é por meio da fé em Jesus Cristo.
Mas, enquanto aqui estivermos, mesmo em Cristo, sempre teremos nossas alegrias misturadas com tristezas. Nem sempre em decorrência do que haja em nós, mas pelo que compartilhamos dos sofrimentos de nossos semelhantes e de toda a criação.
Todavia é segura e certa a concretização da promessa que Ele nos fez de alcançarmos a perfeição em glória quando da Sua segunda vinda para restaurar todas as coisas àquela condição original planejada por Deus para as Suas criaturas.

Vemos assim que não é desvantajoso sofrer e chorar enquanto aqui estivermos, e sentirmos profundamente nossas limitações e misérias, porque isto pode ser um fator contribuinte para nos conduzir à busca de socorro em Cristo, e por conseguinte à conversão.
Daí Ele ter dito que são bem-aventurados os que choram e os que sofrem por serem perseguidos por seu amor à justiça.
Deus se compadece profundamente não somente por estes que choram, como também por aqueles que são ignorantes quanto à sua real condição e que continuam buscando achar nesta vida motivos que lhes tornem felizes e alegres.

Não são poucos os que, neste segundo grupo, são conduzidos por Deus, por amor e misericórdia, através das vicissitudes que experimentam, a entenderem por fim que não é aqui o nosso lugar de paz e descanso. Que há uma grande luta a ser travada, por meio da fé, para vencer o pecado e todos os inimigos espirituais que operam neste mundo de trevas.
Não fosse pela infinita bondade, longanimidade e misericórdia de Deus, jamais seríamos objeto deste Seu trabalho de restauração paciente e progressiva do qual todos somos necessitados.
Deus está trabalhando para o nosso bem, enquanto sofremos.
Daí a exortação que nos é dirigida em Sua Palavra:

Heb 12:12 Por isso, restabelecei as mãos descaídas e os joelhos trôpegos;
Heb 12:13 e fazei caminhos retos para os pés, para que não se extravie o que é manco; antes, seja curado.

Share:

0 comentários