CADA CASA UMA PEQUENA IGREJA

“Porém, se vos parece mal servir ao Senhor, escolhei, hoje,  a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e minha casa serviremos aos Senhor” Josué 24.15



Há mais de trezentos anos, os Puritanos criaram o lema: “Cada casa uma pequena igreja”. Eles defendiam que o pai deve ser o sacerdote do lar tal como o pastor de uma igreja. O pai deve liderar os membros da família a adorar a Deus em casa. Os filhos devem aprender o temor a Deus, pelo exemplo e o ensino dos seus pais.




Hoje, precisamos resgatar a prática do culto domestico. Não por causa de uma tradição, mas por ser um mandamento bíblico: “Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos, a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos”(Salmos 78.5-7). Deus ordena aos pais crentes que transmitam a Palavra aos seus filhos. A fé começa em casa. É no ambiente familiar que aprendemos a orar, louvar e ler a Bíblia. Pais crentes precisam influenciar espiritualmente os seus filhos. Pois, quando os lares cristãos são fortes, a igreja é forte e influenciadora.




Apresento-lhe mais algumas razões para você realizar o culto doméstico:
·        O culto doméstico fortalece a vida espiritual de sua família. Seu casamento e a educação dos seus filhos são abençoados por causa da adoração em casa.
·        O ensino da Palavra em casa é absolutamente essencial para a conversão de sua família.
·        Somente a Palavra de Deus acompanhada com oração poderá preservar a sua família da influência cultural pagã e diabólica.
·        Estatísticas apontam que o culto doméstico é responsável pela permanência dos seus filhos na fé e na igreja, quando eles chegam à vida adulta.
·        O avivamento e a reforma espiritual da igreja começam com o culto familiar. Você pode ter culto doméstico sem avivamento, mas você não pode ter um verdadeiro avivamento do céu sem uma mudança espiritual no lar.
Desafiamos as famílias da nossa igreja a levantar o altar da adoração nos lares. As dificuldades são imensas, mas elas precisam ser vencidas para a glória de Deus e para o nosso bem.


Fonte:http://www.ippinheiros.org.br/

Share:

0 comentários