Bendito Engarrafamento

Tem dias que saímos de casa e, às vezes, pensamos que, embora Deus tenha dito em Sua Palavra, lá em Genesis, que a terra, jamais, seria destruída por águas, chegamos quase a acreditar que o mundo vai acabar em carros (rs) . São tantos e de todos os tipos e modelos circulando por nossas estradas que até pensamos que alguns deles vão se transformar em robôs e nos atacar.

Da minha casa ao meu trabalho são, aproximadamente, 36km e eu levo cerca de 1h e 30m pra ir e o mesmo tanto pra voltar. Deixo meu filho na creche e minha esposa em seu trabalho, que fica no caminho do meu. Mas o que fazer se o trânsito é caótico, as pessoas estressadas e sem paz buscam, de todas as maneiras, chegarem primeiros que os outros e, por isso vão cortando os carros, buzinando, fechando as motos, motos fechando os carros. Todos querem chegar ao seu destino, custe o que custar.

Acha que é possível viver em paz no meio dessa guerra toda? Aprendi com o Deus da paz que paz não é ausência de guerra. Paz é a certeza que, embora o mundo viva um inferno dentro de si, meu coração precisa viver o céu de Deus aqui na terra. É o que diz o Pai Nosso: seja feita a Sua vontade, assim na terra, como ela é feita lá no céu. Jesus prometeu-nos uma paz que o mundo não consegue nos dar. Ele disse: a minha paz vos dou e não vo-la dou como o mundo a dá. E é esta paz que busco pra minha vida. A paz que, mesmo que haja uma tempestade devastadora, que o barco venha balançar, as ondas a confrontá-lo, eu tenho a certeza que Jesus está no comando do meu leme. Pode até chegar uma hora que a onda me leve até o meio do mar e, mesmo assim, não temerei, pois saberei que ali estarão eu, o Deus da paz, na pessoa de Jesus e o mar. E Deus, com certeza, é maior que todos os mares e tempestades!
E o que fazer se vou dar, de novo, de cara com os carros? Eles não vão sair do meu caminho e me dar passagem e ainda não inventaram um carro que voa. Aprendi com Deus que Ele pode fazer o mal virar bem, a maldição virar uma bênção. Enquanto vou ao trabalho com minha esposa vamos lendo alguns textos da bíblia, às vezes alguns livros pra nossa aula de domingo com os Casados para Sempre ou, apenas, vamos colocando nosso tempo de qualidade em dia, dizendo um pro outro o quanto somos felizes pelo que temos e por tudo que Deus tem feito por nós.
Vamos nos amando, através do diálogo, pois acreditamos que essa, também, é uma forma de demonstrarmos amor um pelo outro. Durante nossas “viagens de cada dia” vai ficando tão gostoso falar das coisas de Deus que o tempo passa tão depressa que nem percebemos que atravessamos um mar de carros com suas ondas devastadoras e chegamos com paz nos nossos trabalhos e passamos um dia feliz com nossos amigos de trabalho, conosco mesmos e, o mais importante, com o Deus da paz que o mundo não pode compreender, se não o aceitar. A nossa mente e o nosso coração são guardados e protegidos pela paz de Deus que excede toda a compreensão humana (Filipenses 4.7).
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Share:

0 comentários