Não Tardará e se Cumprirá

“Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo. Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povos de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram. E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras.” – Apo 21:1-5

O apóstolo João não apenas profetizou neste texto de Apo 21.1-5 acerca do novo céu e da nova terra que serão criados por Deus no por vir, sobre a nova e eterna habitação dos santos na nova Jerusalém, e sobre a condição de inexistência de morte e sofrimentos, como também lhe foi dado por Deus ver todas estas coisas como já concretizadas, pois viu com os seus próprios olhos as coisas que para nós ainda não existem, mas que são certas e tão somente aguardam o tempo apropriado para serem manifestadas e reveladas.
Veja o caso da Nova Aliança no sangue de Cristo, profetizada em todo o Velho Testamento, em várias minúcias, e que substituiria a antiga aliança que vigorou desde Moisés até o advento de nosso Senhor Jesus Cristo em carne.
Ninguém sabia, senão somente o próprio Deus, qual seria o tempo da manifestação do seu Filho unigênito neste mundo para efetuar a nossa redenção. Todavia, o período de tempo já se encontrava fixado por ele desde antes da própria fundação do mundo. E o Velho Testamento que estava previsto para durar apenas por um período de tempo bem menor do que o do Novo, teve que ceder lugar a este.
De igual modo, no tempo próprio e previamente conhecido por Deus, o céu e a terra que agora conhecemos, darão lugar ao novo céu e nova terra aos quais a Bíblia se refere, e que ao apóstolo João foi concedido ver em suas visões do livro de Apocalipse.
“Virá, entretanto, como ladrão, o Dia do Senhor, no qual os céus passarão com estrepitoso estrondo, e os elementos se desfarão abrasados; também a terra e as obras que nela existem serão atingidas. Visto que todas essas coisas hão de ser assim desfeitas, deveis ser tais como os que vivem em santo procedimento e piedade, esperando e apressando a vinda do Dia de Deus, por causa do qual os céus, incendiados, serão desfeitos, e os elementos abrasados se derreterão. Nós, porém, segundo a sua promessa, esperamos novos céus e nova terra, nos quais habita justiça.” – 2 Pedro 3:10-13
Fonte:http://estudos.gospelmais.com.br/

Share:

0 comentários